Blog do Gato!

Gato Lab juntou ideias de toda a região

Neste último final de semana, de 18 a 20 de outubro, o Cinefest Gato Preto proporcionou um encontro de 10 projetos de pessoas da região, com 3 consultores especializados em roteiro, em meio a natureza em Guaratinguetá, no Recanto do Gaúcho. A proposta do Gato Lab é ajudar a desenvolver os projetos da região, focando no debate sobre roteiros, com aulas e consultorias individuais. Para isso, o roteirista Paulo Leierer foi chamado para coordenar as atividades e contou com os consultores Eli Ramos e Lucas Abrahão. Os projetos vieram de várias cidades do chamado Cone Leste Paulista, como Lorena, Guaratinguetá, Ubatuba e Caçapava. Seus idealizadores puderam trocar e desenvolver seus projetos. Um d

Sessão Alunos do Unifatea - Especial

Os alunos do Unifatea elaboraram como projeto integrado curtas para serem exibidos no festival. O Troco Dir. Itamar Medeiros. Duração: 11' Réquiem Dir. Adriel Reis e Gabriel Penna Duração: 5' Você acredita em mim Dir. Juana Tannus Duração: 20' Indefinição Dir. Jonathan Bueno e Sara Andrade Duração: 15'

Sessões Abertura e J. Nicodemos - Especial

Esse ano fazemos duas homenagens importantes para a cidade de Lorena, que sedia o Cinefest Gato Preto desde 2005. A primeira é pra a Olga Arantes, uma das criadoras do festival, que é também personagem do filme Me contaram que contar é bom, de Barbara Andrade. Me contaram que contar é bom Dir. Barbara Andrade Cidade: Lorena Estado: SP Duração: 20' Sinopse: O documentário retrata uma cultura que acompanha a humanidade desde o começo de sua jornada, a contação de histórias. Em decorrência do avanço da tecnologia, os pais cada vez menos estão tendo tempo para contar histórias à sus filhos. O filme incentiva a mudança desse hábito. Classificação Indicativa: Livre Olga fará a seleção de diversos

Sessão Trapézio - Especial

Como uma despedida do Cinefest Gato Preto, a Trapézio traz as produções que realizou nos últimos anos e que nunca exibiu no festival. Como estamos fazendo o último ano dessa parceria, decidimos exibir esses filmes em uma mostra especial. Gaiola Dir. Victor Fisch Cidade: São Paulo Estado: SP Duração: 10 Sinopse: “(tudo se sanearia desde casas abertas)” Um homem volta para casa, mas a porta da gaiola não abre. Classificação Indicativa: Livre azul vazante Dir. Julia Alquéres Cidade: São Paulo Estado: SP Duração: 15' Sinopse: Uma mãe procura o filho em um leito hospitalar; encontra a filha. Entre margens e marés, do centro vaza o azul. Classificação Indicativa: 12 Menina-Seta Dir. Camila Tarifa

Sessão LGBT - Especial

Nesse ano, muitos filmes representavam na tela personagens LGBT. Ainda que sejam filmes que transcendam o tema e abordem outras questões importantes, ora com seriedade, ora com leveza e bom humor, consideramos importante essa força deles em conjunto. Inconfissões Dir. Ana Galizia Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ Duração: 21' Sinopse: Luiz Roberto Galizia foi uma figura importante para a cena teatral nas décadas de 1970 e 1980. Foi, também, um tio que não conheci. Este documentário procura um resgate do vivido, a partir do registro feito em fotografias e filmes super 8 pelo tio Luiz e encontrado por mim 30 anos depois da sua morte. (Ana Galizia) Classificação Indicativa: 18 DragNostra Dir. P

Sessão Filmes do Vale - Especial

Uma importante característica do Cinefest Gato Preto é valorizar os filmes da região. Consideramos o Cone Leste Paulista como nossa macro região, que inclui a Serra da Mantiqueira, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Observamos esse ano um desejo de se discutir o tempo, de forma reflexiva. Ainda assim, essa é uma sessão bastante eclética, com três filmes de Lorena, um de Aparecida, um de São José dos Campos e um de Campos do Jordão. O Apartamento da Velhinha Dir. Pedro Garcia Cidade: São José dos Campos Estado: São Paulo Duração: 15' Sinopse: Ao fugir da polícia, um assaltante entra no apartamento de uma velhinha que tenta convencê-lo de sua própria morte. Classificação Indicativa: 12 Karkínos

Sessão Alagoas - Especial

Os filmes de Alagoas se destacaram nessa edição do Cinefest Gato Preto. Observamos um cinema jovem e potente surgindo na região e por isso decidimos exibir essa sessão especial, com um filme de Laís Araújo, que dirigiu o curta “Cidade Líquida”, já exibido no festival, dois filmes de Ulisses Arthur e um filme de Paulo Silver. São cineastas que se conectam e começam a gerar um cinema forte vindo da região. Como Ficamos da Mesma Altura Dir. Laís Santos Araújo Cidade: Maceió e Anadia Estado: AL Duração: 17' Sinopse: Contrariada, Laura viaja para o interior de Alagoas com o pai. Lá, é deixada sozinha por ele, que só retorna à casa para o jantar. Laura isola-se na casa, até que se vê forçada a ir

Sessão Infantojuvenil - Especial

Essa sessão traz narrativas expressas em traços e cenas simples, cores e cenários bem caprichadas capazes de encantar o público de olhares ecléticos como a infância e o pré-adolescente. Vidas Inventadas de Amélia Aragão Dir. Luiza Quental (RJ) Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ Duração: 15' Sinopse: Amélia Aragão não vive, espera. Ela espera o alarme tocar, a fila andar, o elevador subir, o anúncio do Spotify passar. E no dia seguinte, faz tudo de novo, para o desgosto de sua narradora, que é condenada a fazer o off de uma vida sem sentido. Mas, o que acontece quando a narradora decide mudar o script? Classificação Indicativa: Livre A Menor Máscara Dir. Alberto Vizoso (SP) Cidade: São Paulo E

Sessão Roteiro - Competitiva

A dramaturgia de um filme e todos os seus elementos passa pelo roteiro. Nessa sessão temos duas ficções e dois documentários, de quatro estados distintos. O filme mineiro cria uma espécie de fábula romântica fantástica, enquanto vemos a realidade de personagens de uma favela carioca, ao lado de um conflito de um jogador de futebol homossexual, em São Paulo e a beleza de um documentário sobre um menino albino e sua família negra em Pernambuco. Teoria sobre um planeta estranho Dir. Marco Antonio Pereira Cidade: Cordisburgo Estado: MG Duração: 15' Sinopse: Um casal acaba de se casar, mas um incidente traz outro significado para suas vidas. Uma metáfora visual sobre o amor, a morte e o cotidiano

Sessão Produção - Competitiva

A produção é uma área do cinema que está em todos os lados, mas geralmente de forma invisível. Desde a sua concepção até a distribuição do filme, a produção acompanha os passos do curta. Ou ao menos deveria. Nessa sessão temos uma multiplicidade de fatores que colocam os filmes em graus distintos de deficuldade de produção. Desde uma animação até um filme de suspense com efeitos especiais, passando por um drama no interior do Ceará e um documentário no Mato Grosso, concluindo com o filme que ganhou o prêmio de roteiro no último Gato Lab, o laboratório de projetos do Cinefest Gato Preto. São filmes muito distintos, que podem gerar um debate muito interessante sobre seus processos. As Viajante

Sessão Montagem - Competitiva

A montagem de um filme é sua terceira escrita (depois do roteiro e da filmagem). Nessa sessão vemos quatro filmes que partem da nossa realidade política para fazer viagens distintas com uma colagem de imagens, ora frenéticas ora poéticas. Um panorama forte e complexo de nossos dias. Uma sessão para respirar fundo e mergulhar, seja nas imagens de arquivo da campanha eleitoral, seja para uma viagem para Cuba, as imagens de arquivo de brigas no carnaval ou as últimas eleições presidencias. Leonardo Martinelli e seu montador Pedro de Aquino estiveram no último Gato Preto através de dois filmes, Vidas Cinzas e Lembra. Meio filme de família. Meio filme de viagem Dir. Pedro Riera Cidade: Itajubá Es

Sessão Atuação - Competitiva

A atuação de um filme pode passar por diversos processos: leituras dramáticas, preparação de atores, busca de não atores, improvisos, jogos teatrais, etc. Nessa sessão vemos quatro filmes de diferentes estados, que trazem olhares distintos com atores jovens. As memórias de uma juventude capixaba; as hipocrisias da classe média paulistana; os silêncios e vazios brasilienses; e a simplicidade e beleza do subúrbio carioca. Casa de Vó Dir. André Ehrlich Lucas Cidade: Vitória Estado: ES Duração:16' Sinopse: Meu filho vem com o garotinho dele passar uns dias aqui, e eu tô precisando de uma menina que goste de criança que trate bem ele e que possa tomar conta dele. Classificação Indicativa: 16 Meni

Sessão Direção de Arte - Competitiva

A direção de arte de um filme trabalha com diversos elementos: cenografia, objetos de cena, figurino, maquiagem, paleta de cor. Mistura elementos que estão no roteiro com os que trazem uma certa realidade para o filme, que pode ser naturalista ou fantástica. Aqui são quatro filmes de diretoras mulheres que trazem elementos fortes para suas narrativas que partem dos elementos da arte: um saco de farinha, coxinhas, uma limousine, uma cenografia em uma igreja e uma inundação. O Mistério da Carne Dir. Rafaela Camelo Cidade: Brasília Estado: DF Duração:18' Sinopse: Abençoado seja o domingo que é dia de encontrar Giovana. Classificação Indicativa: 14 Mesmo Com Tanta Agonia Dir. Alice Andrade Drumm

Programação completa do XV Cinefest Gato Preto

Programação O festival acontece no Unifatea, no Teatro Teresa D'Ávila, em Lorena, SP. Algumas atividades que acontecem em outros locais estão indicadas. 05.11 - Terça-feira 15h - 18h - Oficina de Produção, com Marcelo Torres (saiba mais) 19h - Cerimônia de abertura do festival Exibição do curta “Me Contaram que Contar é Bom” | dir. Bárbara Andrade (SP) - 20’ (saiba mais) 20h - Sessão Produção As Viajantes | dir. Davi Mello (SP) - 11’ Marco | dir. Sara Benvenuto (CE) - 20’ Majur | dir. Rafale Irineu (MT) - 20’ Sangro | dir. Tiago M., Bruno H. e Guto BR (SP) - 7’ Cidade Adormecida | dir. Gabiru (SP) - 5’ (veja detalhes dos filmes) 21h - Debate da Sessão Produção Com realizadores da sessão e me

Oficinas gratuitas - se inscreva!

Nesse ano teremos 4 excelentes oficinas durante o Cinefest Gato Preto, que acontece de 5 a 9 de novembro. Oficina de Produção, com Marcelo Torres Marcelo é um produtor com muita experiência, com filmes de peso na bagagem, como "Xingu" (2012, de Cao Hamburguer), "Linha de Passe" (2008, de Walter Salles e Daniela Thomas), "Central do Brasil" (1998, de Walter Salles) e "Cazuza, o tempo não para" (2004, de Sandra Werneck e Walter Carvalho). Diretor de produção nascido no interior de Goiás em 1960, começou como assistente de produção e finalização de "A difícil viagem" (1981), de Geraldo Moraes. Depois foi assistente de produção do diretor Pedro Jorge em "Tigipió" (1984). Em 1986, atuou como coor

Filmes selecionados no XV Cinefest Gato Preto

Você que inscreveu seu curta-metragem no Cinefest Gato Preto 2019, sua ansiedade acabou, porque aqui está a LISTA DE FILMES SELECIONADOS para mostra competitiva e algumas mostras especiais!! 🎥 👏 MOSTRA COMPETITIVA 🎥 👏 O Mistério da Carne Dir. Rafaela Camelo (DF) Mesmo Com Tanta Agonia Dir. Alice Andrade Drummond (SP) A Felicidade Delas Dir. Carol Rodrigues (SP) Sem Asas Dir. Renata Martins (SP) Abraço Dir. Matheus Murucci (RJ) Casa de Vó Dir. André Ehrlich Lucas (ES) Menino Pássaro Dir. Diogo Leite (SP) Aulas que matei Dir. Amanda Devulsky e Pedro Garcia (DF) Meio filme de família meio filme de viagem Dir. Pedro Riera (SP) A palavra de deus Dir. Katrina (SP) Copacabana Madureir