Gato Lab - Laboratório de Projetos


Inscrições abertas de 20 de agosto a 15 de setembro no link!

Você é do Vale do Paraíba ou Litoral Norte e tem algum projeto de curta-metragem que gostaria de desenvolver melhor? Quer escrever o roteiro e deixar o projeto pronto para ser filmado e enviado para editais? E quer ainda concorrer a um prêmio de R$5 mil reais para ajudar a realizar o filme?

Foi nisso que pensamos para desenvolvermos a ideia do Gato Lab. Um laboratório de desenvolvimento de projetos. O que significa isso? Você só precisa ter uma sinopse de até 1000 caracteres de um curta-metragem. Selecionaremos as 8 melhores propostas e ofereceremos dois finais de semana de imersão em seus projetos, com profissionais do mercado audiovisual.

O melhor projeto será premiado no encerramento do Cinefest Gato Preto deste ano, com um prêmio de R$5 mil para ajudar o filme a ser realizado.

Serão 2 finais de semana de imersão com palestras, trocas e consultoria para o seu projeto de curta-metragem, com bons nomes do mercado cinematográfico. Primeiro fim de semana: 19, 20 e 21 de outubro, dedicado ao roteiro. Segundo fim de semana: 2, 3 e 4 de novembro, dedicado à produção.

A inscrição é gratuita.

No entanto, os selecionados deverão pagar o valor de R$600. Metade do valor referente ao laboratório e metade referente à hospedagem e alimentação na Fazenda Santa Lídia (mais infos abaixo). O transporte não está incluído nesse valor e deve ser bancados pelo proponente. Serão oferecidas duas vagas extras para eventuais bolsas de estudo, se o proponente considerar que não tem condições financeiras de bancar os custos.

Esse projeto é pensado para pessoas da região de abrangência do Gato Preto, as 39 cidades do Vale do Paraíba e Litoral Norte. Entenda quais são aqui: https://www.cinefestgatopreto.com.br/single-post/2018/06/14/Entenda-a-regi%C3%A3o-de-abrang%C3%AAncia-do-Cinefest-Gato-Preto

Os dois finais de semana serão realizados na Fazenda Santa Lídia, em Piquete. Um lindo lugar para receber os cineastas em imersão de seus projetos. Conheça a fazenda: http://www.julimareventos.com.br/

A coordenação do Gato Lab será de Paulo Leierer, que já é um parceiro do Cinefest Gato Preto desde 2015. Conheça um pouco mais sobre ele, o plano do Gato Lab e os outros participantes de peso que darão as aulas e farão consultorias.

Paulo Leierer

Diretor e roteirista, trabalha desenvolvendo e escrevendo projetos com grandes produtoras brasileiras, especialmente comédias. Dirigiu uma série de humor veiculada no Comedy Central e Netflix e já teve curtas-metragens exibidos em festivais como o Festival de Gramado, a Mostra Internacional de São Paulo, o Durban International Film Festival e International Film Festival Hannover. Está em desenvolvimento do seu primeiro longa-metragem, cujo roteiro foi finalista do concurso Guiões em Portugal.

------------

Programação

Primeiro Fim De Semana: 19, 20 e 21 de outubro

- Sexta à noite.

Chegada dos roteiristas. Apresentação dos envolvidos. Apresentação dos projetos.

- Sábado

De manhã: Aula sobre princípios do drama. Vontade, desejo, conflito, tema e estrutura. Das 9 as 12h30.

Almoço De tarde: Exercícios práticos para separar os itens tratados na aula e inicio do desenvolvimento da ideia. Consultorias de projetos com professores.

Janta.

A noite: Seção de curtas com diferentes linguagens e debate sobre formatos narrativos.

- Domingo

De manhã: Aula sobre cena e diálogo.

Almoço.

De tarde: Início do desenvolvimento de cenas do roteiro. Consultoria com os professores.

Despedida as 18 horas +-

Ao longo da semana: desenvolvimento do roteiro.

Segundo fim de semana. Clínica de produção. 2, 3 e 4 de novembro.

Sexta a noite. Apresentação dos projetos e envolvidos na clínica de produção.

- Sábado

De manhã: Apresentação do edital do prêmio estímulo. Aula voltada ao preenchimento de cada item, especificando orçamento, cronograma e logística.

Almoço

De tarde: Realizadores trabalham nos seus projetos com auxílio dos professores.

A noite: Exibição de curtas de "simples" produção e debate sobre como viabilizar os projetos.

- Domingo

De manhã: Continuação da aula de produção + O mercado de festivais de cinema + Aula de pitching.

Almoço.

De tarde: Finalização dos projetos de produção + atendimento com professores sobre a viabilização de cada projeto.

Premiação do melhor projeto: 11 de novembro, no encerramento do Cinefest Gato Preto

------

Consultores da imersão de roteiro:

Jaqueline M. Souza

Formada em Cinema pela Faculdade de Artes do Paraná e atua como produtora executiva, oficineira e roteirista. Produziu e roteirizou diversos materiais, publicidade, web content, videoclipes e curtas-metragens. Contribuiu com textos, curadoria ou mediações para mostras como Trilogia Flamenca, Ciclo Vicent Price, Tati por Inteiro, Mostra de Cinema Contemporâneo realizadas pelo Sesc Paraná. Ela é uma das fundadoras da Tertúlia Narrativa e sua editora-chefe. Seus trabalhos mais recentes incluem o roteiro do documentário “A fome não tem Classe” selecionado para a 2º Mostra Sesc de Cinema e o roteiro de longa-metragem Incubo, contemplado no Edital de Desenvolvimento de Roteiros - Novos Roteiristas-2017 do Ministério da Cultura. Foi membro do comitê de seleção do Cabíria – Prêmio de Roteiro em sua primeira e segunda edição e também membro do Jurí Oficial do Concurso de Longa-metragem do FRAPA (Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre ) em 2017. Atualmente, ela trabalha no roteiro adaptado dos quadrinhos Magra de Ruim de Sirlanney Nogueira e contemplado no edital Prodav 05/2016 da Ancine. Em 2018, foi uma das consultoras do Curitiba_lab, laboratório de projetos do Festival Olhar de Cinema, em Curitiba, e fez a orientação de roteiros dos projetos de TCC da Vila das Artes, em Fortaleza.

Fabio Rodrigo

Formado em produção audiovisual, Fabio também se especializou em roteiro pela Faculdade Belas Artes. Seu curta-metragem Lúcida (2015), dirigido com Caroline Neves, foi selecionado para a Mostra de Cinema de Tiradentes, venceu o prêmio de Melhor curta-metragem no Cinefest Gato Preto e no Festival de Gramado pelo júri da crítica e passou por mais de 30 festivais.

Kairo (2018) seu segundo filme, um dos selecionados pelo edital de curtas SP Cine, também vai estrear no Festival de Gramado.

Consultoras na imersão de produção

Paula Pripas

Graduada em Imagem e Som pela UFSCAR, sócia da Filmes de Abril, com Ester Fér, Mônica Palazzo, Karina Zimmer e Rodrigo Diaz, onde é produtora executiva.

A Filmes de Abril é uma produtora audiovisual com vários curtas-metragens no currículo, alguns deles premiados em festivais nacionais e internacionais, além de documentários, peças de teatro, exposições, vídeos institucionais e educativos.

Páginas de menina, de Mônica Palazzo, Depois do almoço, de Rodrigo Dias,Iluminados, de Daniel de Alemar, Sons do divino e o espírito santo de silêncio, de Cláudia Pinheiro, Aquém das nuvens, de Renata Martins (em parceria com a produtora Prêt a Porter), e Xirê, de Gui Cézar, são filmes que produziu.

Os dias com ele, dirigido por Maria Clara Escobar, é o primeiro longa da Filmes de Abril, e no qual assinou a produção executiva. Os dias com ele foi o grande vencedor da Mostra Aurora, da 16ª Mostra de Cinema de Tiradentes – Prêmio da Crítica e Prêmio do Júri Jovem.

Amina Jorge

Roteirista, diretora e produtora mineira radicada em São Paulo, com formação em artes cênincas pela UFMG e Cinema pela FAAP. Em 2012 estreou seu primeiro curta metragem, Através (10’), que foi exibido em uma série de festivais e foi o vencedor do Prêmio Revelação do 24º Festival de Curtas de São Paulo – Kinoforum. Em 2013 Amina estreou seu segundo curta metragem, Quase Consolação (18’), que também foi exibido em diversos festivais nacionais. Em 2018 estreou Sweet Heart (21’), seu novo curta metragem, na Mostra de Cinema de Tiradentes. Além da realização, Amina também trabalha como produtora cinematográfica e assistente de direção e ao longo dos últimos anos produziu uma série de longas metragens tais como Avanti Popolo (Michael Wahrmann, 2014,), Sinfonia da Necrópole (Juliana Rojas, 2015), Eu, Zé Pilintra (Hermano Penna, em finalização).

Em 2015 fundou a Filmes de Vagabundo e desde então vem assinando a produção executiva de uma série de projetos independentes e autorais, como o longa metragem El Mate (Bruno Kott, 2016) que estreou mundialmente em Gramado e levou Kikito de Melhor ator coadjuvante, o longa Subybaya, de Leo Pyrata, que teve sua estreia na Mostra Aurora da Mostra de Tiradentes deste ano, e também os curtas Piscina (Leandro Goddinho, 2016), que estreou no Palm Springs Film Festival e foi escolhido melhor filme no Festival de Cinema da Índia, Lembranças de Mayo (Flávio C. Von Sperling, 2015), melhor filme no Janela Internacional de Cinema de Recife.

Inscrições: https://goo.gl/forms/GdfkaqWEZB8TRnJB3


Posts principais
Mais recentes
Arquivo
Siga o Gato
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon